(47) 3433-1666
(47) 99772 5095

9 dicas para se preparar para cirurgia

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
dicas-para-se-preparar-para-cirurgia

Qualquer tipo de cirurgia causa certa tensão no paciente. Isso é natural, mas quando o paciente está bem assistido, por uma equipe profissional capacitada, não há motivos para se preocupar. Apenas se preparar para a cirurgia.

Neste artigo, listamos algumas dicas para que você possa se preparar para cirurgia e conseguir passar pelo procedimento com toda segurança e tranquilidade. Continue lendo a seguir e confira!

Converse com o médico e elimine qualquer dúvida

Procure um profissional de sua confiança ou o médico que vai fazer a cirurgia e converse sobre o procedimento. Levante todas as suas dúvidas, anote-as para não esquecer nenhuma e leve-as para o especialista.

A conversa deve ser tranquilizadora, para que você receba todas as informações necessárias sobre o procedimento, mas saiba também quais são os riscos ou complicações que podem acontecer.

Faça um checkup geral antes da cirurgia

Em geral, os médicos já solicitam que o paciente faça uma bateria de exames antes de fazer uma cirurgia. No entanto, os exames solicitados, normalmente, são relacionados com a área que vai passar pela cirurgia.

Antes de fazer exames, converse com o seu médico para ter uma opinião sobre a real necessidade desse levantamento. Além disso, no dia da consulta leve com você todos os exames que já fez e podem ajudar na avaliação do especialista. 

Evite informações não oficiais

Hoje em dia, com a facilidade que a internet oferece, as informações estão muito acessíveis. Porém, o que deveria ser um benefício, pode se tornar um grande problema. Muitos pacientes usam a internet como principal fonte de informação e acabam se equivocando. 

Por isso, evite buscar informações em outros lugares, sem ter o apoio e o direcionamento de um profissional.

Siga as recomendações do médico

O médico vai indicar todos os processos que você deve seguir para se preparar para cirurgia, antes e depois. Ouça com atenção todas as informações, anote-as se achar necessário e evite ficar com dúvidas.

A preparação é fundamental para que todo o procedimento ocorra bem e isso não depende apenas da equipe médica. A dedicação do paciente também é muito importante para que tudo ocorra bem.

Organize a sua agenda

Você terá que se preparar para cirurgia, mas após o procedimento terá que tomar outros cuidados. Ou seja, você vai precisar de um período antes e um depois da operação para se preparar e se recuperar do procedimento. Por isso, organize sua agenda.

Antes da cirurgia, evite estresse e atividades que podem causar muitas emoções. Após o procedimento, siga todas as orientações do médico. Faça repouso e evite se programar para compromissos e eventos que possam impactar em sua recuperação.

Evite a automedicação

Medicamento é apenas aquele que o seu médico indicar. O profissional vai recomendar o que for necessário para todas as situações e isso inclui o medicamento correto. A automedicação pode causar contra-indicações que vão prejudicar a sua cirurgia e o seu pós-operatório. 

Cuide da sua alimentação

Algumas pessoas, quando estão passando por algum momento de tensão ou estresse, não conseguem se alimentar bem. Isso também pode acontecer com quem está prestes a fazer uma cirurgia. A alimentação é importante para preservar a saúde e a imunidade do paciente, além de controlar outros fatores do seu organismo.

Por isso, dedique-se à sua alimentação. Se achar necessário, procure um especialista para desenvolver uma dieta específica para o período em que você vai se preparar para cirurgia e para o pós-operatório. Ou converse com o cirurgião para que ele possa fazer suas recomendações.

Evite bebidas alcoólicas e cigarro

A bebida e o cigarro prejudicam a circulação e a oxigenação sanguínea. Isso pode prejudicar a cicatrização e causar problemas para o seu pós-operatório. Por isso, o ideal é não fumar ou ingerir bebidas alcoólicas cerca de duas semanas antes da cirurgia. 

Quem é fumante deve conversar com o médico e buscar as indicações adequadas. O cigarro também pode causar embolia pulmonar ou trombose, por esse motivo o cuidado dos pacientes fumantes deve ser redobrado.

Cuide do seu psicológico

A mente pode ser a maior inimiga que uma pessoa pode ter. O processo cirúrgico causa preocupação, estresse e insegurança. Fatores que são praticamente impossíveis de evitar, afinal são sensações naturais e inerentes ao ser humano. 

No entanto, elas não devem imobilizar o paciente, deixando-o com tanto medo a ponto de desistir da cirurgia ou não ter condições físicas de realizá-la. Alguns pacientes têm crises de pressão alta e precisam adiar suas cirurgias por segurança.

Ter uma conversa franca com o cirurgião é um tranquilizante importante para quem vai passar por uma operação. Mas se isso não for suficiente, busque um psicólogo para dar suporte durante essa fase de tensão. 

Gostou desse conteúdo? Conhece alguém que vai se preparar para cirurgia? Compartilhe este conteúdo e ajude outras pessoas com as nossas dicas.